O Triunfo da Medicina Espirituali, Milagrera e Naturali, da Sinhá Chica do Mané Pedro Maré Seca, Contra os Poderes Avermelhados do Anjo Luciféri

Espetáculo encenado em 2005.

Sinopse:

Na freguesia de Santo Antônio de Lisboa, o pescador Diolindo, pai de cinco filhas, é surpreendido pelo nascimento de gêmeas. Assustado com a possibilidade de uma das meninas virar bruxa, ele envia seu sobrinho Zenóbio para encontrar e trazer da Barra da Lagoa a benzedeira Sinhá Chica, pois só ela é capaz de indicar os caminhos a serem seguidos para salvar a alma da pobre criança.

Ficha Técnica:

Direção: Maria Amélia Gimmler Netto

Dramaturgia: André Francisco

Elenco: André Francisco, Loren Fischer, Meire Silva, Eder Paulo, Fernando Cruz e Samuel Romão.

Cenografia: Maria Amélia Netto

Figurino: Samantha Cohen

Iluminação: Maria Amélia Netto

Produção: Samantha Cohen

Histórico:

Resultado da pesquisa do grupo sobre o universo ilhéu pesquisado por Franklin Cascaes. Na sua primeira montagem, foi pensada para espaço frontal fechado, chegando a apresentar no teatro da UBRO durante o festival Isnard Azevedo.

A cenografia envolvia uso de máscaras e instrumentos musicais utilizados pelo elenco durante o baile das bruxas.

Fotos:

Grupo Teatro em Trâmite, sua história, integrantes e seus trabalhos.